+55 31 3263-1100 Rua Tomé de Souza, 845, 3º andar, Funcionários, Belo Horizonte - MG

Com a cabeça nas nuvens

O Geosite Telecom está na Oracle Cloud!

Você já se questionou para onde vão todos os milhares de dados dos aplicativos e sites do seu cotidiano? Eles provavelmente estão armazenados em Nuvem! Na computação, o conceito de nuvem está associado a utilização de serviços, infraestrutura de hardware, plataformas e armazenamento de informações em servidores dimensionados e configurados para hospedar esses recursos, promovendo o acesso com segurança, alta disponibilidade e desempenho.

Para entendermos como chegamos na atual tecnologia de armazenamento de dados, temos de voltar 20 anos na história dessa tecnologia. Em 1998, a Oracle lançou a versão 8 do seu banco de dados. Essa versão e a subsequente foram acompanhadas da letra "i", de Internet. Isso significava que as estruturas de dados estavam se adaptando para fazer uma transição de ambientes isolados e de estrutura rígida para ambientes mais dinâmicos, que possuíam a capacidade de se comunicar, altamente disponíveis e com uma maior versatilidade no armazenamento de conteúdos.

Seguindo essa mesma tendência de nomenclatura, as duas versões seguintes foram a 10g e 11g, lançadas em 2003 e 2007, respectivamente. O "g" destas versões significa Grid, um conceito computacional que propõe a distribuição da carga de trabalho através de diversas máquinas, alcançando um grande poder de processamento e o melhor aproveitamento dos recursos computacionais disponíveis. Mas, com o aumento exponencial da necessidade de armazenar e processar um volume de dados, estas estruturas se mostravam cada vez mais caras para serem implantadas e mantidas localmente pelas empresas.

É neste contexto que nasce a versão 12, lançada em 2013, que tem a letra "c", de Cloud, como norteadora. Nessa nova versão, a estrutura de computação em Grid é levada ao extremo ao ser provisionada por empresas com datacenters com alta capacidade de armazenamento, processamento e compartilhamento de recursos.

“A adoção da computação em nuvem une a economia em recursos de infraestrutura, alta disponibilidade (ao ser distribuída geograficamente), escalável (o provisionamento de mais recursos computacionais é feita de maneira mais simples e rápida) e adaptável (ao permitir que os recursos computacionais sejam utilizados função de suas necessidades)”, explica nosso especialista em banco de dados, Bruno Perillo.

Como fazíamos na Digicade?

Até 2017, todos os produtos desenvolvidos pela Digicade ficavam hospedados em um datacenter interno, localizado na sede da empresa. Apesar de termos um controle maior sobre a infraestrutura, a hospedagem de grande volume de informações exige disponibilidade de espaço em disco e uma infraestrutura que garanta o desempenho e disponibilidade de acesso às informações. Quando os dados ficam armazenados em apenas um servidor, sofremos de um problema chamado de “falta de redundância”: caso houver falta de energia ou problemas com o link de internet, nossos clientes também ficam com os produtos fora do ar.

Ao migrar esses dados para um servidor de porte global, seus dados são replicados, com segurança de criptografia, e distribuídos para várias localidades ao redor do mundo. Assim, é praticamente impossível ficar fora do ar e afetar os clientes de nossos clientes no Geosite Telecom. “O principal foco dessa mudança é entregar para nosso cliente final o mais alto nível de confiabilidade e excelência”, explica o nosso Arquiteto de Soluções, Rodrigo Andrades.

Por que a Oracle Cloud?

Com a escolha de migrarmos todos os nossos dados para uma nuvem externa, surgiu o questionamento de qual fornecedor escolher para um passo tão importante em nossa companhia. A resposta foi simples: nossa parceira de banco de dados há anos e uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, a Oracle. Com 430.000 clientes em mais de 170 países, a Oracle oferece recursos de ponta em software como serviço, plataforma como serviço, infraestrutura como serviço e dados como serviço.

A Oracle Cloud foi desenvolvida dentro dos melhores padrões de excelência do mercado em termos de segurança e tecnologia. Com isso, a empresa garante entregas totalmente aderentes às exigências da atualidade. A organização conta com data centers na Europa, Ásia e Américas, incluindo duas operações localizadas no Brasil. Sabe aquele problema da redundância? Então, ele não existe aqui.

Um dos nossos grandes diferenciais da Oracle Cloud é conseguir ser a nuvem mais automatizada do mercado. Além da Oracle ser a opção mais integrada, Oracle Cloud entrega soluções inovadoras e completas, desde o data center até uma linha ponta-a-ponta de plataformas e serviços em infraestrutura.

“Certamente, a Oracle contribuiu com a agilidade do negócio e, consequentemente, ajuda a reduzir a complexidade da TI como um todo. São clientes como a Digicade que fazem com que o nosso desafio em disponibilizar qualidade e excelência seja sempre renovado”, exalta Gabriel Carvalho, Gerente de Customer Success da Oracle.


Geosite TELECOM - Demostração OnLine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *