+55 31 3263-1100 Rua Sergipe, 1440 - Sala 07-111, 7º andar, Savassi, Belo Horizonte / MG

Google Maps offline? Sim, agora é possível.

google maps offline

Um dos principais problemas dos usuários do Google Maps no smartphone é a necessidade de estar conectado à internet Wi-Fi ou ter um pacote de dados para que ele funcionasse. Mas, a partir dessa semana você não precisará mais da internet para ter o Google Maps no seu celular ou tablet.

De acordo com a Google, a internet não está disponível em 60% do mundo e mesmo onde a conexão de internet está disponível, ela ainda pode ser ruim. Essa nova função offline do Google Maps poderá resolver esse problema, permitindo que os usuários possam se localizar e obter direções mesmo sem a disponibilidade de internet. A novidade havia sido anunciada na conferência Google I/O em Maio desse ano e agora já está disponível para o sistema Android e, em breve, também estará no iOS.

 

Como funciona?

Você vai dizer: “mas já existiam maneiras de ver os mapas em modo offline”.  Sim, mas a diferença agora é que o usuário também terá acesso, além do mapa, a direções e rotas de trânsito com voz, buscar destinos específicos como restaurantes ou lojas e encontrar informações importantes sobre esses locais como informações de horários de funcionamento, informações de contato e avaliações de estrelas – mas não fotos ou avaliação textual de usuários.

google-product-offroad

 

Para isso o usuário deve fazer o download de uma determinada área para o smartphone, desde que ela tenha, no máximo, 50 km², e selecionar a opção “Download” na tela de resultado da busca. Uma vez com os dados no seu dispositivo, o Google Maps entrará automaticamente em modo offline quando detectar que você está fora de cobertura. Quando a conexão é reestabelecida, ele retornará ao modo online sem prejudicar a experiência de fluidez do aplicativo.

Enquanto o aplicativo está em modo offline, as informações calculadas baseadas no tráfego em tempo real, como tempo de chegada ao destino, terão como base uma média. Além disso as funções de direções e rotas a pé, de transporte público e de bicicleta ainda não estão disponíveis, apenas rotas de veículos.

Por padrão, o download de mapas só poderá ser feito em uma conexão Wi-Fi, para evitar grandes perdas de dados. Cada mapa baixado terá a duração de 30 dias, após o período será solicitada uma atualização. Essa atualização obrigatória previne que os dados desatualizados prejudiquem a experiência de utilização do Google Maps.

 

Uma grande vantagem para soluções empresariais.

A disponibilização dos mapas offline também estarão disponíveis para as aplicações construídas com as APIs do Google Maps, dado que algumas operações de campo devem ser realizadas em locais em que a conexão de internet não está disponível.

Para os produtos da Digicade quem envolvem equipes externas, como o Geosite® Gestão de Equipes em Campo e o Geosite® Arborização Urbana, a novidade vai agregar muito a uma série de funcionalidades que já estão disponíveis offline. Os usuários já podem realizar as ordens de serviço e preencher formulários digitais com sincronização posterior, e agora também poderão realizar funções de roteirização e correção da localização da árvore (no caso do Geosite® Arborização Urbana).

 

Mais do que “apenas” o Google Maps offline.

A novidade será perfeita para usuários que terão que utilizar a navegação sem uma conexão de internet, seja em uma área realmente sem internet, seja em um túnel longo ou em um país onde não se tem um chip de dados. Mas a gerente de projeto da Google Amanda Bishop diz que mesmo os usuários que não utilizam tanto a aplicação vão reparar que os mapas estarão carregando muito mais rápido.

Com o passar do tempo, diversas funcionalidades serão adicionadas à versão offline do Google Maps, para que os usuários possam encontrar as direções e caminhos, mesmo sem uma conexão de internet.

 

Redação: Guilherme Oliveira

 

google maps

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *