+55 31 3263-1100 Rua Sergipe, 1440 - Sala 07-111, 7º andar, Savassi, Belo Horizonte / MG

Inteligência Geográfica no Monitoramento de Ocorrências da PMMG

projeto delfos mapacad

Projeto Delfos conta com solução de inteligência geográfica da Digicade para o combate da criminalidade em Belo Horizonte

 

Desde 16 de junho (pouco mais de um mês) o Projeto Delfos, lançado pela Polícia Militar de Minas Gerais está operando no Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (ROTAM). O projeto surgiu da necessidade de se incluir tecnologia de ponta na segurança pública para melhoria dos processos logísticos e gestão de recursos no combate à criminalidade. Para tanto, trabalhou-se a integração dos vários sistemas e aplicativos da PMMG em um único local e criou-se a Sala de Operações (SOU) da ROTAM com uma estrutura diferenciada, algo bem próximo aos centros de monitoramento que vemos nas cenas de filmes policiais.

“As experiências têm sido positivas e os resultados em breve poderão ser analisados com o intuito de dimensionar a contribuição que a inclusão da tecnologia trouxe à segurança pública”, comenta o 3º Sargento Bicalho, que integra a ATSIDS (Assessoria Técnica do SIDS)  da PMMG.

 

Recursos Tecnológicos e funcionamento do projeto

 

recursos de inteligência geográficaO investimento em tecnologia somou em torno de 200 mil reais e conta com uma estrutura nunca antes vista na instituição. Dentre os recursos tecnológicos do projeto, está a solução MapaCAD da Digicade Tecnologia.

 

São vários os recursos e seu funcionamento integrado é executado com riqueza de detalhes:

 

  • ISP – Informações de Segurança Pública:pesquisa sobre pessoas, veículos e condutores de veículos automotores.
  • REDS – Registro de Eventos de Defesa Social:pesquisa sobre pessoas e veículos em registros anteriores.
  • Tornozeleira eletrônica:rastreamento por GPS, histórico e pesquisa de acesso de condenados com tornozeleira eletrônica em local de crime (visualização em mapa).
  • MapaCAD:sistema de georreferenciamento para acompanhamento em tempo real das atividades, chamadas, viaturas policiais, entre outras funções em mapa.
  • Vídeo Monitoramento (Olho Vivo):acesso a todas as câmeras de vídeo monitoramento das localidades que dispõem desse serviço.
  • Câmeras de Terceiros:acesso a câmeras de terceiros (particulares e de outros órgãos). Ex: Sites Camerite e Globo.
  • QApp:sistema de pesquisa de banco de dados do sistema REDS pelo QApp na IntranetPM e aplicativo de celular (em desenvolvimento).
  • Helios:sistema de identificação automática de placas de veículos (em implantação).
  • PMApp:aplicativo para celular destinado ao cidadão, mas que será testado pelo militar do Btl. ROTAM, com localização autorizada do usuário.
  • Tablets nas viaturas:pesquisa nos bancos de dados dos cadastros de veículos e pessoas.

Na Sala de Operações, os operadores consultam e buscam informações rapidamente pelos sistemas e aplicativos citados por meio do uso de monitores, projeção multimídia e computadores com acesso à internet. Diante das demandas que surgem na “ponta da linha” subsidiam o coordenador do turno com essas informações para melhor tomada de decisões, apoiando por sua vez as demais guarnições de policiais militares em campo para atenderem as ocorrências da maneira mais eficiente possível.

 

Inteligência Geográfica na segurança pública

 

mapacadO MapaCAD foi desenvolvido pela Digicade há 5 anos diante de uma demanda anterior da PMMG e no último ano sua utilização está sendo expandida.

Com informações georreferenciadas, o sistema proporciona o acompanhamento, em tempo real, dos das chamadas registradas, atividades e viaturas no mapa de Minas Gerais e diante de sua eficiência foi integrado ao Projeto Delfos com sucesso.

De acordo com o 1º Tenente Barcelos, coordenador técnico das soluções de georreferenciamento Geosite: “Através das coordenadas geográficas de chamadas, atividades e viaturas policiais, facilita-se a coordenação e controle mais efetivos e consequentemente, há uma economia de recursos, já que o uso da solução impacta diretamente no planejamento futuro de estratégias de policiamento.”

A Digicade trabalha há mais de 10 anos com a PMMG, oferecendo soluções em inteligência geográfica para segurança pública como mapeamento urbano básicoGPS / AVL para rastreamento de viaturas e históricos e estatísticas com informações em gráficos, além do MapaCAD.

“Nos sentimos honrados em participar com o MapaCAD de um projeto de tamanha importância para a segurança pública de Minas Gerais. Acreditamos que a inteligência geográfica se faz essencial para gestão eficiente de processos criteriosos como o monitoramento de ocorrências”, ressalta o coordenador de desenvolvimento da Digicade, João Tavares.

 

Redação: Camilla Greco – Analista de Marketing da Digicade

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *