Como escolher o OTDR fibra mais adequado?

Imagem ilustrativa para blog sobre OTDR fibra.

Compartilhe esse Post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Com a expansão da fibra óptica no Brasil e o número crescente de assinantes e acessos, especialmente com o fenômeno do home office e entretenimento por stream ou games, torna-se também maior a busca dos provedores de internet por equipamentos para a infraestrutura de rede ou para a sua avaliação e inspeção, como é o caso do OTDR fibra.

OTDR para fibra óptica, como muitos sabem, é o equipamento utilizado para realizar a análise OTDR na rede, de modo a detectar falhas, rupturas e problemas nos cabos de forma rápida, eficaz e com exatidão do local onde a anomalia se encontra. Assim, é possível realizar um reparo muito mais ágil e preciso, economizando tempo e recursos.

Contudo, no momento de adquirir o OTDR fibra, existem diversas opções e modelos com diferentes capacidades, deixando os provedores em dúvida em relação a qual aparelho comprar ou, então, acreditando de forma equivocada que basta saber a quilometragem de rede para mensurar a capacidade ideal da sua atenuação.

No entanto, é preciso considerar mais do que a distância dos cabos e da rede de fibra óptica, a fim de não investir em um equipamento que não será capaz de realizar a análise OTDR de forma efetiva e gerar prejuízos ou relatórios errôneos. Confira neste texto como escolher o melhor OTDR para a necessidade do seu provedor de internet.

Como funciona o OTDR?

OTDR é uma sigla que vem do inglês, cujas letras são as iniciais de Optical Time Domain Reflectometer, e a tradução literal é reflectômetro de domínio do tempo. Isso porque seu mecanismo consiste basicamente em refletir um pulso de luz de um ponto a outro da fibra óptica e mensurar o tempo de seu retorno, detectando assim atenuações neste feixe de luz enviado e refletido.

O OTDR é um medidor óptico que possui uma fonte de luz (laser infravermelho) e um medidor de alta potência para medir este laser lançado, a sua distância percorrida e a redução deste sinal, identificando assim diversos problemas que acarretam diminuição de potência transmitida pela fibra óptica.

Porém, OTDR fibra não é tudo igual, no mercado existe uma variedade de opções de modelos e potências, conforme a necessidade de cada provedor de internet. Confira no próximo tópico quais os tipos de equipamentos disponíveis para análise OTDR e como escolher o melhor OTDR para fibra óptica do ISP (Internet Service Provider).

Quais os tipos de OTDR para escolha no mercado?

Entre os equipamentos de OTDR disponíveis no mercado, podemos dividí-los em três tipos de acordo com a forma de medição e características técnicas, conforme a seguir.

OTDR PON Fibra Apagada

Embora possa ser útil para analisar redes recém instaladas que ainda não estão em operação para os clientes ou confirmar que os cabos de fibra foram lançados nos postes pelos empreiteiros, testando o serviço realizado, o OTDR Fibra Apagada tem a grande desvantagem de precisar desconectar a porta PON da OLT para a sua análise OTDR, não sendo indicada para redes ativas.

OTDR PON Fibra Ativa

Esse tipo de OTDR fibra envia uma onda com comprimento de 1625nm (milha náutica), e é chamado de OTDR Fibra Ativa pois não é necessário interromper o sinal da rede para realizar a análise OTDR, diferentemente do OTDR Fibra Apagada mencionado anteriormente. 

Dessa forma, o OTDR Fibra Ativa é considerado o mais vantajoso, uma vez que os provedores podem analisar a rede mesmo com ela ligada e em total funcionando, evitando o grande transtorno de ter que desligar a rede e, consequentemente, o sinal de todos os clientes atendidos naquele trecho analisado.

OTDR PON Ponto a Ponto (P2P)

O OTDR P2P (point to point) ou OTDR Ponto a Ponto, como o nome sugere, é utilizada para medir trechos ponto a ponto ou de última milha, que também agiliza a manutenção no dia a dia, mas tem uma indicação específica, não sendo tão abrangente quanto o OTDR Fibra Ativa citado acima.

Outra observação importante é que ele não é recomendado para fibra com topologia FTTx e com splitters, o que seria inviável para a maioria dos provedores e seria necessário retirar cada splitter para medir o trecho desejado.

Agora, mesmo sabendo que o OTDR Fibra Ativa é a melhor opção para os provedores de internet, somente esta informação não basta. Existem outras variáveis que precisam ser analisadas antes de realizar o investimento. Confira no próximo tópico que outras características são fundamentais no quesito técnico e como escolher o melhor tipo de OTDR.

Como escolher o melhor OTDR?

Antes de adquirir um OTDR fibra, é necessário levar em consideração a sua potência de alcance, por isso é muito comum ver provedores procurando por OTDR para fibra óptica com base na quilometragem de alcance da sua rede. 

Porém escolher somente pela quilometragem não é o método mais adequado, sendo que é necessário também saber a atenuação da sua rede. Ao utilizar estas duas medidas (distância e atenuação da rede), é possível obter o range dinâmico e, assim, escolher o OTDR com a capacidade adequada.

Para entender melhor o motivo de levar a atenuação da rede de fibra óptica em consideração na escolha do melhor OTDR fibra e não apenas o alcance da rede, imagine quantos obstáculos estão no meio do caminho (conectores como splitters, curvas, fusões) que causam perda da potência.

Então se o OTDR precisa enviar um sinal de luz e medir a força do seu retorno, essa luz dispersa por todos os lados em que a fibra passa irá ter perda a cada um desses obstáculos. Portanto, o OTDR fibra precisa ter uma potência suficiente para retornar ao medidor da luz laser e conseguir apresentar o resultado.

A seguir vamos apresentar as vantagens de utilizar o OTDR no dia a dia, e como ele pode facilitar imensamente a manutenção, reduzindo tempo e recursos nas operações.

Quais as vantagens de utilizar o OTDR?

É indispensável que todo provedor de internet realize inspeções da sua rede de fibra óptica de forma constante, a fim de avaliar o desgaste das fibras ou quaisquer outros problemas que possam ocorrer. Sendo assim, o OTDR é um equipamento essencial para provedores de internet de qualquer porte.

Além de garantir uma melhor supervisão preventiva e reduzir custos com operação devido a proatividade e antecipação, a análise OTDR também otimiza de forma expressiva a operação ao detectar a anomalia com agilidade e precisão, apontando o local exato do problema para um reparo mais rápido e preciso, gastando menos tempo de equipe e recursos.

Com estas vantagens, o OTDR fibra permite a prestação de um serviço de alta qualidade e evita problemas na prestação do serviço ao cliente, sendo um excelente investimento e de grande retorno para os ISPs (Internet Service Providers) de FTTH (Fiber to the Home).

Por fim, uma vantagem excelente é que o valor de distância retornado pelo OTDR inserido no Geosite Telecom, mostra no mapa o local da anomalia com a tecnologia de geolocalização e geoprocessamento.

Faça mais com o Geosite Telecom

O Geosite Telecom é uma solução completa de gestão de rede de fibra que permite a gestão de ativos, passivos, documentação de rede, estatísticas, análise de viabilidade para expansão de rede mais assertiva e lucrativa, e até mesmo simulador da infraestrutura necessária.

Conheça o Geosite Telecom e saiba como monitorar sua rede de fibra óptica de ponta a ponta e prestar um serviço de excelência.

Gostou deste conteúdo, veja mais em nosso blog e nos acompanhe no Instagram.

Artigos Relacionados