Como fazer uma boa pesquisa de opinião?

Compartilhe esse Post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Criar um diferencial competitivo e aumentar as vendas nem sempre é tão simples. Contudo, o caminho para esses objetivos pode ser percorrido por meio de uma pesquisa de opinião.


A pesquisa de opinião é importante para qualquer tipo de empresa – pública, privada, pequena, média ou de grande porte, e de qualquer segmento. A opinião do seu público pode ser um recurso fascinante, que evidencia nuances da realidade que muitas vezes a empresa desconhece ou ignora.

A partir de levantamento de dados acerca da opinião, é possível redirecionar as ações estratégicas de um ou mais setores, apontando caminhos mais inovadores e criativos, ou até mesmo opções mais estáveis ou econômicas para a empresa, criando referenciação no mercado e evitando contingências de modo consciente.

Já sabemos que os clientes são a alma de qualquer negócio. Afinal, sem eles a empresa não existe. Por isso, qualquer decisão precisa estar, necessariamente, embasada na opinião do público-alvo. Caso contrário, o empreendedor tomará decisões por meio do achismo e não de dados concretos, algo que pode ser altamente prejudicial.

É justamente por este motivo que a pesquisa de opinião é uma ferramenta tão importante para a estratégia da empresa. Infelizmente, ela ainda é pouco colocada em prática. Por isso, neste artigo você compreenderá mais sobre o assunto e a importância do mesmo. Confira!

O que é uma pesquisa de opinião?

Pesquisa de Opinião

É uma ferramenta que tem como objetivo ouvir um grupo de pessoas para desenvolver ações mais direcionadas. Uma empresa, por exemplo, pode criar uma pesquisa para verificar o que seus clientes acharam das mudanças de determinado produto.

A partir dos dados, a empresa entenderá se as mudanças foram aceitas ou o que precisa ser melhorado para agradar o público. Ou seja, a pesquisa fornece dados que podem ser utilizados de maneira estratégica para aumentar as vendas, melhorar a satisfação dos clientes, conquistar novos mercados e por aí vai.

Uma pesquisa de opinião pode ser comparativa, ou seja, é usada para comparar o desempenho de qualquer produto. Sem comparação, uma empresa não terá certeza se será realmente bem-sucedida ou não. A pesquisa de opinião pode servir como um guia para saber a relação com a concorrência.

Também pode ser uma pesquisa de entrada, feita antes dos participantes conhecerem um produto. Basicamente, essa pesquisa ajuda os empresários a conhecerem melhor os seus clientes. Embora, é claro, que deve ser mencionado que existe sempre a possibilidade de um cliente mudar de ideia.

Já uma pesquisa de acompanhamento, permite que as empresas acompanhem a opinião dos consumidores regularmente. Essa pesquisa ajuda as empresas a perceberem qualquer progresso ou mudança que exista na opinião pública em relação ao negócio.

Sabendo como realizar uma pesquisa de opinião, é possível conhecer o caminho que o público-alvo seguirá, pois, aplicando uma ou várias perguntas, o pesquisador pode obter uma ampla variedade de respostas que o orientarão para uma melhor tomada de decisão.

Características de uma pesquisa de opinião

Uma pesquisa de opinião tem as seguintes características:

  • Por ser um método de coleta aleatória e com uma análise de dados superficial, não segue um método específico.
  • Geralmente, é usada por partidos políticos ou mídias para conduzir pesquisas de acordo com o contexto do campo de estudo.
  • Pode coletar informações de pesquisas on-line, pesquisas por telefone, grupo de foco, etc, ou coletar comentários nas redes sociais.

Diferenças entre pesquisas de opinião e sondagem

Uma sondagem geralmente consiste em uma única pergunta e pode ser concluída em segundos. Já uma pesquisa de opinião exige um pouco mais de tempo dos participantes. Pode haver poucas ou muitas questões envolvidas, mas elas definitivamente exigirão mais reflexão ou algumas perguntas abertas.

O mesmo se aplica àqueles que verão e analisarão os resultados da sua pesquisa. As pesquisas de opinião geralmente precisam de uma análise mais aprofundada. São um excelente recurso para saber o que as pessoas pensam sobre importantes questões públicas. Os resultados dão uma visão de mudanças importantes do seu público, como por exemplo: questões políticas, econômicas e sociais de um país.

As pesquisas são cada vez mais usadas para coletar dados e opiniões sobre uma ampla variedade de tópicos. A informação que as organizações buscam tem a ver com:

  1. Quais são os desejos e necessidades do público?
  2. O que as pessoas estão pensando?
  3. Quais são as opiniões das pessoas sobre os problemas atuais?
  4. Quais são as diferenças de opinião entre pessoas em diferentes áreas geográficas do país, entre grupos políticos, grupos que representam diferentes níveis sociais e econômicos, etc.

Pesquisas de opinião durante o período eleitoral

As pesquisas de opinião são muito populares antes das eleições. Para que funcionem corretamente, os pesquisadores devem usar um método de pesquisa de opinião correto para prever como as pessoas pretendem votar.

Um pesquisador deve tentar descobrir, por exemplo, através de uma pesquisa eleitoral, quais são as opiniões daqueles que votarão nas eleições. Para garantir que as coisas estejam indo bem, os pesquisadores realizam testes de campo para descobrir por que as pessoas votam de determinada maneira, como por exemplo os votos brancos e nulos.

Desse modo, devem verificar a relação que existe entre os votos para certos candidatos e que diferenças existem entre a opinião política dos distintos grupos e tipos de pessoas.

As eleições também dão aos pesquisadores a oportunidade de estudar até que ponto os eleitores parecem ser afetados por plataformas políticas, discursos e outras formas de publicidade.

Quais são os tipos de pesquisas?

É interessante destacar que, antes de criar uma pesquisa, o profissional deverá estabelecer de qual tipo ela será. Ocorre que o tipo de pesquisa se diferencia por seus objetivos e métodos. Sendo assim, para um resultado satisfatório é interessante entender, ao menos, quais são os mais utilizados no mercado.

Satisfação

O principal foco é analisar como está a satisfação do cliente em relação a marca. Desta forma, a pesquisa de satisfação pode ser utilizada para verificar como anda a relação do cliente com o produto, atendimento, experiência, entrega etc.

Mercado

Já o foco dessa pesquisa é verificar como está a concorrência. Neste caso, por exemplo, a empresa pode identificar a reação do público para diferentes marcas. Além de entender sua posição no mercado e o dos concorrentes, a pesquisa também ajuda na estratégia de diferenciação.

Por que investir em pesquisas?

Após ler os dois tipos mais comuns de pesquisa, você pode ter identificado que existem diversas vantagens de desenvolver uma. No entanto, é comum que ainda haja algumas dúvidas e uma delas pode ser por que, de fato, investir em pesquisas? Pensando nisso, decidimos listar algumas vantagens. Vamos lá?

Criar um diferencial competitivo

Ao realizar uma pesquisa de mercado, por exemplo, a empresa entenderá a impressão que o público tem da sua marca e também dos concorrentes. A partir disso, ela poderá desenvolver mudanças estratégicas para se tornar mais competitiva e atraente para o seu público-alvo.

Entender o público-alvo

Não saber para quem vende é um erro que nenhum empreendedor deveria cometer, mas é algo que realmente é comum. Para evitar isso, criar uma pesquisa pode ser uma solução. Ela permitirá que a empresa saiba quem realmente é seu público-alvo. Desta forma, a comunicação entre marca e cliente pode ser estabelecida com mais eficiência.

Tomar decisões com embasamento

O achismo é outro pecado capital para um empreendedor, pois pode colocar um negócio em risco. Empreender exige que as decisões sejam tomadas a partir de dados concretos. Diante disso, a pesquisa permite analisar o mercado e obter dados que serão fundamentais para a tomada de decisão estratégica.

Como desenvolver uma boa pesquisa de opinião?

A partir do que foi mencionado acima, é possível que você já tenha realmente entendido a importância da pesquisa e tenha interesse em desenvolver uma. Pensando nisso, abaixo listamos algumas dicas.

Estabeleça o objetivo

O primeiro passo é estabelecer o objetivo da pesquisa. Uma forma de conseguir defini-lo é questionar, por exemplo, o que a minha empresa deseja com a pesquisa? Qual o nosso objetivo final? Por que ela é importante? As respostas para as perguntas podem levar à definição do objetivo.

Lembre também de escolher um título atrativo para sua pesquisa. Se o título da pesquisa não corresponder ao objetivo para o qual foi criado, talvez você não obtenha uma taxa de resposta suficiente. Faça uma breve introdução ao motivo da pesquisa, para que as pessoas possam decidir se devem ou não responder.

Defina o tipo e a metodologia

Você já sabe que há dois tipos de pesquisa que são amplamente utilizados. A partir do objetivo, será necessário definir um tipo e uma metodologia. Essa última pode ser quantitativa (que está direcionada a números) e qualitativa (relacionada à qualidade).

Determine o meio

Em seguida, determino o meio no qual a pesquisa será realizada. Ela pode ser feita por e-mail, pessoalmente ou por formulário. A ideia é que o meio seja definido a partir das demandas da pesquisa.  

Selecione o público-alvo

Quem deverá responder as perguntas? A resposta da questão é fundamental para o sucesso da pesquisa. Vamos supor que uma empresa queira desenvolver uma pesquisa para entender a satisfação dos seus clientes em relação ao seu produto X. Portanto, a pesquisa terá como público-alvo os clientes do produto X.

Uma das dicas para obter mais respostas em uma pesquisa é atingir as pessoas certas. Se seus clientes acharem que você está enviando o convite para responder à pesquisa aleatoriamente, eles provavelmente assumirão que responder à pesquisa pode não valer a pena. Quando as pessoas sentem que receberão algo em troca (pelo menos satisfação), se tornam mais motivados a agir e responder.

Por exemplo, se você deseja pesquisar qual é o sabor favorito de sorvete da população feminina entre 18 e 25 anos, filtre seus respondentes com base nesses critérios.

Desenvolva as perguntas

A produção das perguntas deve ser objetiva. Isso significa que somente com algumas perguntas a empresa deve conseguir obter as informações que deseja. Por isso, é fundamental elaborar as perguntas com muito cuidado e objetividade.

Personalize sua pesquisa de acordo com sua marca

Uma pesquisa de opinião ajuda você a interagir com seu cliente e garante que você se preocupa com ele. Certifique-se de criar uma imagem profissional que corresponda à voz da sua marca. Use fontes, cores, imagens e logotipos apropriados para lembrá-la e reforçá-la.

Crie uma página de agradecimento 

Encerre sua pesquisa com uma nota de “Obrigado por concluir a pesquisa. Agradecemos por dedicar seu tempo valioso e nos ajudar a atendê-lo melhor”. Você também pode recompensar seus clientes, oferecendo-lhes algum tipo de incentivo para responder à sua pesquisa. 

Escrever uma pesquisa de opinião do cliente corretamente, levando todos esses pontos em consideração, ajudará você a coletar informações acionáveis e a aumentar o sucesso de seus negócios. Envie essas pesquisas uma ou duas vezes por trimestre e saiba o que você pode fazer para melhorar.

Quais são as ferramentas para desenvolver pesquisas?

Antigamente, as pesquisas eram realizadas pessoalmente e com um formulário de papel. Só que isso já não é mais necessário para alguns tipos de pesquisa. Há diversas ferramentas que possibilitam desenvolver a pesquisa com muito mais agilidade e conforto. Uma prova disso é o Ubisurvey!

Para agilizar seu processo de trabalho e para que tenha recursos que enriquecem seu projeto de pesquisa, utilize uma plataforma online de pesquisa, te convido a conhecer o Ubisurvey, uma solução completa em pesquisa e inteligência de mercado.

Artigos Relacionados